Coroinhas

 Grupo de Coroinhas São Gaspar Bertoni

Ser coroinha é estar a serviço: a serviço do altar e do próximo. Servir ao altar não é apenas ajudar o padre, transportar os objetos litúrgicos ou executar as funções que lhe são próprias. Servir ao altar é muito mais: é participar do Mistério Pascal de Cristo, ou seja, da Paixão-Morte-Ressureição de Cristo. Servir ao altar é estar aos pés da cruz, é contemplar o Cristo ressuscitado com os olhos da fé e viver alegremente o Evangelho.

Estar a serviço do próximo é estar pronto para a doação e a entrega, é ser amparo e consolo para os que necessitam, é saber amar e viver a caridade. A vida de Cristo foi dedicada a servir o próximo. Da mesma, forma o coroinha é chamado a servir como Cristo.

No seu serviço o coroinha deve buscar sempre a alegria e a disposição, o contato fraterno e amigo,

 o respeito e a dedicação às coisas sagradas. O jovem deve demonstrar que vive sua fé, que observa os Mandamentos de Deus e que procura sempre ser justo e correto. Deve continuamente dar testemunho de que Cristo é o seu Senhor e Mestre.

Na vida do coroinha a oração é fundamental. É pela oração que o jovem aprende a se relacionar com Deus, a se tornar íntimo do Senhor. Na oração recebem-se as graças de Deus, o auxílio para os momentos difíceis e a força para superar o pecado e as falhas pessoais. Sem oração não se pode servir ao altar, pois como vamos estar com Cristo se não temos intimidade com Ele? É a oração que permite ao coroinha exercer o seu serviço ao próximo e ao altar de forma digna.

Ser coroinha é viver a Eucaristia, é viver Cristo em todos os momentos da vida. A Eucaristia é a fonte de todas as graças, é alimento que fortalece a alma e nos conduz ao Pai. Ao viver a Eucaristia, o coroinha vive o seu ministério de serviço com mais dignidade, dedicação, oração e amor e, assim, santifica-se e aproxima-se cada vez mais de Deus.

O que precisa para ser coroinha: para ser coroinha, a criança ou adolescente, de 06 a 14 anos, depende somente da sua vontade e da sua conduta. Veja algumas atitudes que são necessárias ao coroinha:

  • Espírito de disponibilidade: estar pronto para ajudar.

  • Espírito sensível: estar atento às necessidades.

  • Espírito de equipe: ninguém constrói nada sozinho, muito menos a Igreja e o Reino de Deus. Portanto, no grupo de coroinhas não deve haver competição, mas ajuda, companheirismo e amizade.

  • Espírito de fé: a celebração eucarística é o momento mais forte da vida da comunidade. É ali que todos celebram suas vidas, suas lutas pela justiça e a fraternidade. Por isso, o coroinha não está no altar como se estivesse fazendo um teatro. Ele está ali para ajudar a comunidade a rezar. Assim, deve participar da celebração com atenção e piedade.

SER COROINHA NÃO É UM PRIVILÉGIO.  É UM SERVIÇO... UM MINISTÉRIO !!!  Veja que não é uma escolha pessoal apenas. É uma proposta de Deus que o chama através de sua comunidade.

Venha ser Coroinha !!! Clique no link abaixo preencha o formulário, imprima e entregue na Secretaria da Paróquia ou em qualquer Missa no balcão do Dizimo. Caso você seja catequizando da Paróquia entregue ao seu catequista. Nossos encontros serão aos sábados das 15h às 16h, antes da catequese.

 

Maiores informações nos telefones (41) 9940.4222 com Nanúbia; e (41) 9187.8392 com José Luiz.

 

Formulário de Inscrição: (Download)

Orientação para Coroinhas (Download)

 

NOSSA SENHORA DE LOURDES - PROTETORA DOS ENFERMOS

 

 

 

 

 

Paróquia Nossa Senhora de Lourdes de Curitiba - Praça Itália 183 - Jardim Botânico 80.210-180 - Curitiba - PR - Fone: 41 3262-2774